[PAISAGENS NEUROLÓGICAS – ARTE & CIÊNCIA] EDIÇÃO #04 | 2017

Screen Shot 2017-09-02 at 21.29.17.png

[PAISAGENS NEUROLÓGICAS – ARTE & CIÊNCIA] da autoria, coordenação e desenvolvimento de Isabel Maria Dos é o tema de um projeto transdisciplinar que se centra em Arte e Ciência destinado à participação e encontros de investigadores (artistas e cientistas, abrindo-se ao público.

Este projecto, sem fins lucrativos, destaca-se quer a nível local, o que inclui, a academia de Coimbra, os concelhos de Coimbra e Condeixa-A-Nova, quer a nível nacional pela sua essência de conceito singular, gerador e promotor de Cultura, de criação do espaço de discussão, debate de ideias, de partilha de experiências estéticas e científicas e de transmissão do conhecimento emergente, promovendo a investigação, a formação (científica, pedagógica e artística) na exploração dos vários campos da  Arte e da Ciência, que se pretendem articulados, interligados e discutidos nas Humanidades do Mundo Contemporâneo.

Nesta quarta edição, o evento integra um conjunto de comunicações e “acontecendos” artísticos, um workshop, uma exposição colectiva de arte e ciência comissariada, um conjunto de debates e um jantar de encerramento com arte da performance.

Perspectiva-se o diálogo – que convoca a reflexão sobre “a coisa” comungada que nesta edição se centra no mote: [POÉTICAS, POLÍTICAS E FILOSOFIAS DO CORPO] com a presença de participantes com comunicações nas áreas como as Arte Plásticas nas várias vertentes – Visuais e Sonoras (Digitais e da Electrónica, Multimédia e Intermedia, Arquitectura, Desenho, Cenografia, Arte da Performance, Dramaturgia, Ciberliteratura, Teatro Contemporâneo, Poesia Visual, Holografia, Dança e Cinema), da Estética, da Filosofia, da Psicologia, da Política e da História, bem como da História da Arte, da Engenharia Física, da Medicina, das Neurociências, da Computação e Engenharia da Informática, da Inteligência Artificial, da Matemática, entre outras. Esta edição contempla doze sessões distribuídas por cinco andamentos programados para os dias 4, 11, 18, 24 e 25 de Novembro de 2017 – nos concelhos de Coimbra e Condeixa-A-Nova.

p a r c e r i a s :

C M C . CÂMARA MUNICIPAL DE CONDEIXA-A-NOVA | P O. R O. S. MUSEU PORTUGAL ROMANO EM SICÓ

C N C . CENTRO DE NEUROCIÊNCIAS E BIOLOGIA CELULAR DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

T A G V . TEATRO ACADÉMICO DE GIL VICENTE


p r o g r a m a  |  e d i ç ã o # 0 4  |  n o v e m b r o | 2 0 1 7
Paisagens Neurológicas Programa.jpg  PaisagensNeurologicas_folhetoverso.jpg

 

1º a n d a m e n t o | dia 04 NOV. sábado

 
Parte#01 | 15H00 | Museu PO.RO.S (Condeixa-A-Nova) | Auditório
ABERTURA de PN-AC | 2017 
  • ISABEL MARIA DOS, APRESENTAÇÃO DE [PAISAGENS NEUROLÓGICAS – ARTE E CIÊNCIA], Parcerias e Apoios #04, 2017
  • ISABEL MARIA DOS, [O PERIGO DE UM CORPO COM EMOÇÃO]  M/12
 
Parte#02 | 18H45 | Museu PO.RO.S (Condeixa-A-Nova) | Sala de Exposições 
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO [CASA-CORPO] de:
  • FREDERICO DINIS
  • ISABEL MARIA DOS
  • JOÃO MENDES RIBEIRO
  • MARIA ISABEL AZEVEDO
  • MANUEL VALENTE ALVES
  • NAN GOLDIN*
  • PAULO RODRIGUES SANTOS
  • TELMA JOÃO SANTOS

Curadoria de CLÁUDIA FERREIRA 

[CASA-CORPO] O/as fazedore/as de [Casa-Corpo] provêm da Arte e da Ciência: que aliam, desalinham, constroem, estruturam, em suaves veios que, aparentemente visitados pela divergência, afinal estabelecem conexões apenas inesperadas numa civilização habitada por contrastes que urge problematizar, e reflectir.

[Casa-Corpo], Casa-Corpo, casa e corpo, morada. Emmanuel Levinas afirma que a experiência do mundo se dá através de uma morada, sendo que esta é marcada pela presença feminina, sinónimo mesmo do acolhimento. Portanto, os caminhos encetados no/pelo exterior estão indelevelmente situados numa matriz interior, onde constela todo um reduto voluminoso.

Esta exposição, portanto, convoca essa matriz interior na forma de núcleo, exemplarmente exemplificado no/pelo corpo, cujos limites pressupõem distâncias. São estas que possibilitam, todavia, as singularidades na diferença; do contraponto, de onde não se ausenta uma musicalidade específica, advêm os contágios.

  1. *Colecção AA (António Albertino dos Santos e Ana Cristina)
  2. Horário: 10h00-18h00 (de terça-feira a domingo)
  3. Exposição patente de 4  a 30 de Novembro de 2017
  4. Entrada livre

 

2º a n d a m e n t o | dia 11 de NOV. sábado

 
Parte#01 | 10H00 | CNC (Universidade de Coimbra) | Auditório
  • FREDERICO DINIS, [A (DES)CONSTRUÇÃO DA RESILIÊNCIA]
  • NAZARETE CATRÉ[PARA ALÉM DO CORPO E DA IMANÊNCIA: A INTERPELAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA…]
  • RÚBEN GOMES, [DO PAPEL PARA O ECRÃ: O CORPO COMO UM ÓNUS]
 
Parte#02 | 15H00 | Museu PO.RO.S (Condeixa-A-Nova) | Auditório
  • ERNESTO COSTA, [PARECER E SER OU A REALIDADE DO ARTIFICIAL]
  • JOÃO MENDES RIBEIRO, [CAMPO EXPANDIDO DA ARQUITECTURA: ENTRE O OBJECTO E A ARQUITECTURA]
  • PAULO RODRIGUES SANTOS, [IMMUNO.EDITING]
 
Parte #03 | 21h30 | Museu PO.RO.S (Condeixa-A-Nova) | Pátio
 
  • FREDERICO DINIS, [WHISPERINGS]

3º a n d a m e n t o | dia 18 NOV . sábado

 
Parte#01 | 10H00 | Museu PO.RO.S (Condeixa-A-Nova) | Auditório
 
  • MARIA CATRÉ, [CONHECER A DIMENSÃO IMATERIAL DOS ESPAÇOS (CONDITIO SINE QUA NON PARA A APROXIMAÇÃO DA ARQUITECTURA AOS SEUS UTILIZADORES): METODOLOGIA(S)]
  • ADELAIDE CHICHORRO FERREIRA, [DA LÍNGUA E OUTRO(S) CORPOS ESTRANHO(S)]
  • MARCO ANDRÉ MADUREIRA, [ÉTICA DO TRANSUMANISMO]
 
Parte#02 | 15H00 | Museu PO.RO.S (Condeixa-A-Nova) | Auditório
  • VÍTOR COSTA, [A VIVÊNCIA ARTIFICIAL DE UMA MORTE AUSENTE
  • LINO FERREIRA, [O ENVELHECIMENTO NUMA PERSPECTIVA BIOLÓGICA
  • FRANCISCO LAVRADOR PIRES, [IDENTIDADES MULTIPLAS, “DIGITAL TWINS” E ENTIDADES DISTRIBUÍDAS]

 


4º a n d a m e n t o | dia 24 NOV . sexta-feira

 
Parte#01 | 14H00 | TAGV (Coimbra) | Sala B
  • TELMA JOÃO SANTOS, [ENTRE A INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA E A CRIAÇÃO ARTÍSTICA: UM CAMINHO POR PERCORRER]
 
Parte#02 | 15H00 | TAGV (Coimbra) | Sala B
  •  TELMA JOÃO SANTOS, [LABORATÓRIO: MATEMÁTICA-CORPO]*
  1. *Inscrições e informações em paisagensneurologicas@gmail.com
  2. Este andamento integra o programa TAGV set-dez — Temporada 17/18 | ver aqui.

5º a n d a m e n t o | dia 25 NOV . sábado

 
Parte#01 | 10h00 | CNC (Universidade de Coimbra) | Auditório
  • ANDRÉ ROSA, [CIEBÒRGUE COMO (RE)PROGRAMAÇÃO DEBOCHADA, POLÍTICA E CRIATIVA DE CONHECIMENTOS INCORPORADOS PELOS CORPXS SEM PREGAS]
  • CLÁUDIA FERREIRA[TELA HABITADA: O CORPO]
  • MANUEL VALENTE ALVES, [O CORPO, A CIDADE E O FIM DA HISTÓRIA]
Parte#02 | 15H30 | Museu PO.RO.S (Condeixa-A-Nova) | Auditório
  • ISABEL MARIA DOS, [O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE]
  • PEDRO BARBOSA, [DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E DA CIBERLITERATURA À UFOLOGIA]
  • LUIZ FELIPE PONDÉ, [O HUMANO CAÍDO]
Parte#03 | 20H00 | CASA DAS CALDEIRAS-BAR
[NEUROLOGICAL, NEURAL & NEUROTIC DINNER]
jantar performativo de encerramento com “acontecendos” artísticos de:
  • ANDRÉ ROSA
  • ISABEL MARIA DO
  • TELMA JOÃO SANTOS
  1. Reservas/ informações [telf] (+351) 910575151
  2. Classificação Etária: M/16

 

Investigadores (Artistas e Cientistas)/Oradores/Participantes  

Apresentações e Notas Biográficas


ADELAIDE CHICHORRO FERREIRA 

apresenta: [DA LÍNGUA E OUTRO(S) CORPOS ESTRANHO(S)] (comunicação)

bio | Adelaide Chichorro Ferreira é professora de Linguística alemã e Portuguesa e Tradução no Departamento de Línguas Modernas e Literaturas da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Tem vindo a dedicar-se a diferentes tópicos no domínio da Ecolinguística, também com uma ênfase na escrita criativa, no sentido de preservar a diversidade linguística que é hoje tão necessária, assim como o conhecimento não hegemónico que tantas vezes ela transporta. Alguma bibliografia:Karl Heinz Delille, Maria Francisca Athayde, Adelaide Chichorro Ferreira (coord.), A língua alemã: situação e perspectivas (Textos de Konrad Ehlich, Adelaide Chichorro Ferreira/Francisca Athayde, Maria José Terroso, Anette Kind/Susanne Munz e Joana Vieira dos Santos), Centro Interuniversitário de Estudos Germanísticos, Coimbra, MinervaCoimbra (= cadernos do cieg, n.º 24), 2006; – Adelaide Chichorro Ferreira (ed.) “Dito €-feito: (co)incineração, produção limpa e (crio)reciclagem. Ensaio de Ecolinguística Aplicada”, coordenação de Adelaide Chichorro Ferreira, cadernos do cieg, n.º 21, Coimbra, CIEG/MinervaCoimbra, 2006.Adelaide Chichorro Ferreira “Léxico e Estilo do ‘Desenvolvimento Sustentável’” (Alemão-Português), cadernos do cieg, n.º 13, Coimbra, 2005, com CD-Rom de anexos.; – “’Nature’ and ‘Environment’ in German and Portuguese Sustainable Development Strategies for Johanesburg 2002”, in: Collegium Antropologicum, vol. 28, suplemento 1, 2004, p. 207-227, ISSN 0350-6134; – “Friedenssoldaten mitten im Operationstheater: die Waldbranddiskussion in Portugal im Sommer 2005”, in A. Fill, H. Penz, W. Trampe (2006), (eds.), Sustaining Language. Essays in Applied Ecolinguistics. LIT Verlag Dr. W. Hopf, Wien, Berlin, 2007, p. 161-179; – Ferreira, Adelaide Chichorro, 2014, «Sorry for bothering, but words of hope must be rescued. An almost narrative review of Ecolinguistics», in: Journal of Political Science and Public Affairs. Citation: Ferreira AC, J Pol Sci Pub Aff 2: 136. doi: 10.4172/2332-0761.1000136; – Ferreira, Adelaide Chichorro Ferreira, «Musas, musos e o museu pós-colonial: Porta aberta para o «encolhimento»?», no prelo.


ANDRÉ ROSA

apresenta: [CIEBÒRGUE COMO (RE)PROGRAMAÇÃO DEBOCHADA, POLÍTICA E CRIATIVA DE CONHECIMENTOS INCORPORADOS PELOS CORPXS SEM PREGAS](comunicação)

bio | André Rosa nasceu em Amparo, São Paulo, Brasil, 1980), Actualmente, vive e trabalha entre Brasil e Portugal. É Performer, Actor, Dançarino, Encenador e Professor de Artes Performativas. Desenvolve o Doutoramento em Estudos Artísticos – Teatrais e Performativos – na Universidade de Coimbra, na criação de (sub)poéticas para corpxs sem pregas entre performance, pedagogia e dissidências sexuais anticoloniais. É mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia com pesquisa na área da pedagogia da performance. Fez Licenciatura em Educação Artística (Dança e Teatro) pela Universidade Estadual Paulista, em São Paulo. Há 20 anos trabalha com as linguagens das artes da cena e performáticas, onde integrou alguns coletivos artísticos, dentre os quais se destacam: o Núcleo Vendaval, Teatro Gente-de-Fora-Vem, NuMiollo e Família Varnel. Recentemente, fundou o Movimento Sem Prega (Brasil/Portugal), que abrange um conjunto de pessoas e atividades de diferentes campos de investigação cultural, política e linguística, funcionando como uma estrutura laboratorial nômade em performance, dança, teatro e pedagogia. Assim, os últimos trabalhos criam espaços e corpos repletos deconvivialidades performáticasNa ContraCapa, Desire Borders, AmPunheta, Gatilho#2, Freak Show Park, Prato Feito, Baci e Tran(S)arau.


CLÁUDIA FERREIRA 

apresenta: [TELA HABITADA: O CORPO] (comunicação)

bio | Cláudia Ferreira nasceu em Coimbra no ano de 1972. Ultima a sua tese de doutoramento, intitulada O Rosto das Horas: o feminino e o masculino, com a arte, em Estudos Contemporâneos e na Universidade de Coimbra. Em termos de formação alia a História da Arte aos Estudos sobre a Mulher, áreas que associa através de um enfoque filosófico. Escreve regularmente na rubrica de Arte da Mutante, Art, Culture & Lifestyle Magazine; foi professora, produtora, revisora de texto, e desempenha actualmente as funções de consultora cultural. Foi comissária, tendo realizado a curadoria da exposição [CASA-CORPO] que integra a edição #04 de [PAISAGENS NEUROLÓGICAS – ARTE E CIÊNCIA], Museu PO.RO.S, Novembro-Dezembro, 2017.


ERNESTO COSTA

apresenta: [PARECER E SER OU A REALIDADE DO ARTIFICIAL] (comunicação)

bio | Ernesto Costa é Professor Catedrático no Departamento de Engenharia Electrotécnica da Universidade de Coimbra, onde concluiu a licenciatura em 1976. Obteve o grau de doutor do 3º Ciclo em Informática Teórica pela Universidade de Paris VI, em 1981, e o grau de Doutor em Engenharia Electrotécnica pela Universidade de Coimbra, em 1985.  Ao longo da sua carreira académica ocupou vários cargos, tendo sido, nomeadamente, Presidente do Departamento de Engenharia Informática (DEIUC), Presidente da Comissão Científica (DEIUC), Director do Centro de Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra (CISUC). Desde Dezembro de 2012 que é membro eleito do Conselho Geral da Universidade de Coimbra. A sua área de interesse científico é a Inteligência Artificial, e, em particular,  tem trabalhado em Computação Evolucionária, Vida Artificial, Sistemas Complexos, Aprendizagem Computacional, Cognição e Biologia Computacional. Faz parte do Centro de Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra (CISUC), onde fundou e liderou o Grupo de Inteligência Artificial  (GIA) e, mais recentemente, o Grupo de Computação Evolucionária e Sistemas Complexos (ECOS).  Desde Março de 2017 que é membro do Executive Board da sociedade cientifica SPECIES, de que foi um dos fundadores. Participou em vários projectos científicos, e os seus trabalhos obtiveram vários prémios internacionais. Em 2009 recebeu o EvoStar Award for Outstanding Contributions to the Field of Evolutionary Computation, um prémio europeu de carreira. Publicou mais de 150 trabalhos científicos em livros, revistas e actas de conferências, e organizou vários eventos científicos em Portugal e no estrangeiro.


FRANCISCO LAVRADOR PIRES 

apresenta: [IDENTIDADES MULTIPLAS, “DIGITAL TWINS” E ENTIDADES DISTRIBUIDAS] (comunicação)

bio | Francisco Lavrador Pires foi Senior Research and Strategic Thinker na Portugal Telecom Inovação, key account manager e consultor para o Empreendedorismo
Associativo. Com vasta experiência em engenharia, design thinking, técnicas de criatividade e liderança, desenvolvimento e implementação de projetos, programas e portefólios numa ampla gama de setores industriais.
Francisco Lavrador Pires faz Investigação & Desenvovimento em “Tecnologias Cognitivas e Prospetiva de Oportunidades Reais para Empresas e Organizações Não Governamentais “.
“Keynote speaker” nas áreas de liderança digital, transformação de negócios, inteligência de projeto, engenharia contínua e software automation, Neuro Computação ; Cultura, Competências e Instrumentos para E-Learning e Transmissão/Partilha de Conhecimentos a Distância.
Na Defesa e Compreensão de “Identidades Multiplas” assume a liderança de programas de Cibersegurança e Intelligence Threat Detection através de respostas regulamentares e standards ISO (International Standard Organization) com vista a uma superior compreensão de “Duplos Digitais” perante a emergência de DAOs – Distributed Autonomous Oranizations.

FREDERICO DINIS 

apresenta: [A (DES)CONSTRUÇÃO DA RESILIÊNCIA] (comunicação)

apresenta:  [WHISPERINGS] (concerto intermedia)

bio | Frederico Dinis é investigador e compositor intermédia, que utiliza meios sonoros e visuais, e que desenvolve o seu trabalho recorrendo a diferentes formatos. É conhecido pela concepção de paisagens sonoras e visuais que procuram gerar interpretações diversas e transportar o público para lugares desconhecidos e o seu trabalho tem sido abraçado por museus, salas de concerto, festivais e espaços públicos. Atualmente encontra-se a desenvolver a sua linguagem com o objetivo de promover processos audiovisuais inovadores e explorar as relações e diálogos entre som e imagem no Doutoramento em Estudos Artísticos da Universidade de Coimbra. É investigador colaborador do CEIS20 – Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra. https://fredericodinis.wordpress.com


ISABEL MARIA DOS

apresenta: [PAISAGENS NEUROLÓGICAS – ARTE E CIÊNCIA]; Parcerias e Programa Geral da edição #04, 2017 (apresentação)

apresenta: [O PERIGO DE UM CORPO COM EMOÇÃO] (comunicação)

apresenta: [O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE] (happening participado)

bio | Isabel Maria Dos, com nome de registo civil de Isabel Maria Pereira dos Santos, nasceu em Coimbra em junho de 1967, é compositora intermedia, investigadora independente, com interesses de exploração em arte interativa – participação do público gerador da obra final. – É licenciada em Artes Plásticas – Pintura – pós-graduou-se no DFUA – Departamento de Física da Universidade de Aveiro (1998) e é doutoranda em Estudos Artísticos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. – Realizou os estágios na Escola Superior Leonardo Da Vinci – Section Arts Appliqués et Design – Boulevard de Villefontaine. – Participou em “Au Tournage D’un Film Pour Les Bts Audiovisuel”, Givors, França. – Foi “Jovens Criadores 96”. – Participações nas exposições nacionais de destaque: – VIII e IX Bienal de Arte Internacional de Vila Nova de Cerveira; III Bienal de Arte da Fundação Cupertino de Miranda – Exposição Multimédia “Estruturas Da Informação” com DFUA e DECA Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro); – International Symposium On Solubility Phenomena; – “Estruturas da Informação” no Departamento de Física da UA, Aveiro, 2000; Projeto Na(r)tural: Natureza e Arte no D.F.U.A., Aveiro Digital, desenvolvido pela World Wide Web Consortium (W3C). – Foi formadora convidada da área da Arte da Instalação para o Projeto Educativo do T.A.G.V. (Teatro Académico de Gil Vicente) – em “Instalação, Fotografia & Som”. – Foi conferencista no Colóquio Internacional “Conceitos e Dispositivos de Criação em Artes Performativas”; – Artigo de destaque: “Entre Arte E Ciência, Uma Linha Desfocada”, Revista Rua Larga. – Dedica-se ainda à docência no ensino artístico desde 1995. É docente de Artes Visuais do Quadro de Nomeação Definitiva do Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro de Coimbra. Referência ao seu trabalho de performance-instalação intermedia “Paisagens Neurológicas: Sem Bilhete de Vota”, na publicação “Evocações da Arte Performática (2010-2013)”, Paco Editorial, 1ª ed. 1ª, São Paulo, Brasil, 2016, p. 222. É formadora acreditada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua da Universidade do Minho. – É autora e coordenadora dos projetos transdisciplinares: – [Paisagens Neurológicas – Arte e Ciência]; – TRANS[acto] Transdisciplinary And Anti-Artistic Global Project, decorrido em Portugal (junho de 2015) e no Brasil (setembro de 2015). “Para Além De – Denominador Comum Em Experiências Estéticas E De Vida, De Interesses De Exploração Em Um Percurso” foi o tema que apresentou como oradora no TEDXCoimbra, Coimbra, 2015. [O Pão Nosso De Cada Dia Nos Dai Hoje] (acção 1) foi o trabalho nas áreas da Arte da Performance e Happening que apresentou no TEDx Coimbra 2016. isabelmariados.com


JOÃO MENDES RIBEIRO 

apresenta: [CAMPO EXPANDIDO DA ARQUITECTURA: ENTRE O OBJECTO E A ARQUITECTURA] (comunicação)

bio | João Mendes Ribeiro nasceu em Coimbra em 1960. Arquitecto pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, em 1986. Doutorado pela Universidade de Coimbra, em 2009. Professor Auxiliar do Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. Prémio Architécti 1997 e 2000. Prémio Diogo de Castilho (Coimbra) 2003, 2007, 2011 e 2017. Prémio FAD (Barcelona) 2004 e 2016. Gold Medal for Best Stage Design, Quadrienal de Praga, 2007. Prémio Enor (Vigo) 2009. Prémio BIAU (Cádiz) 2012 e (São Paulo) 2016. Prémio AICA/MC (Associação Internacional de Críticos de Arte/Ministério da Cultura) 2007, pelo conjunto da sua obra. RIBA Award for International Excellence (Londres) 2016. Selecionado para o European Union Prize for Contemporary Architecture – Mies Van Der Rohe Award (Barcelona) em 2001 e 2015 e finalista do RIBA International Prize (Londres) 2016. Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2017. Em 2006 foi distinguido pela Presidência da República com a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique.


LINO FERREIRA 

apresenta: [O ENVELHECIMENTO NUMA PERSPECTIVA BIOLÓGICA] (comunicação)

bio | Lino Ferreira nasceu em Santo Tirso em 1971. Licenciou-se em Bioquimica pela Universidade de Coimbra tendo depois realizado Doutoramento num programa misto entre a Universidade de Coimbra e o Rensselaer Polytechnic Institute (Nova Iorque, EUA). Realizou o seu pós-doutoramento no MIT (Massachusetts Institute of Technology, Boston – EUA) em células estaminais e nanotecnologias. Regressou a Portugal em 2008 para lançar o seu grupo de investigação em Engenharia de Tecidos no Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra. Em 2010 venceu o prémio Crioestaminal para a melhor investigação na área biomédica em Portugal, em 2012 recebeu um projecto do European Research Council (ERC) e em 2016 recebeu um projecto ERA-Chair em envelhecimento na Universidade de Coimbra. Desde 2007 é um dos coordenadores do programa de doutoral MIT-Portugal. Em 2009 fundou a Matera, um projecto empresarial na área de biotecnologia, e tecnologia desenvolvida no seu grupo levou a formação de vários projectos internacionais (Exogenus Therapeutics, Gecko Biomedical, entre outros). Desde 2008 atraiu mais de 8 milhões de euros em financiamento.


LUIZ FELIPE PONDÉ

apresenta: [O HUMANO CAÍDO] (comunicação)

bio | Luiz Felipe Pondé nasceu em Recife, no estado de Pernambuco, no Brasil.  Frequentou na sua juventude o curso de Medicina na Faculdade de Medicina da Bahia da Universidade Federal da Bahia, que, por opção, não concluiu – por lhe crescer um seu maior interesse – a Filosofia. É doutorado pela Universidade de São Paulo. Realizou o seu pós-doutoramento na Universidade de Tel Aviv . É filósofo, escritor, jornalista e professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e da Fundação Armando Alvares Penteado e é autor de catorze livros. Destacam-se nesta breve nota biográfica os seus livros: O homem insuficiente: Comentários de Psicologia Pascaliana (2001); Conhecimento na desgraça: Ensaio da Epistemologia Pascaliana (2004); Crítica e profecia: filosofia da religião em Dostoiévski (Critic and Prophecy: Philosophy of Religion in Dostoievski) (2003); Do pensamento no deserto: Ensaio de Filosofia, Teologia e Literatura (The thought in the desert: An Essay on Philosophy, Theology and Literature) (2009); Contra um mundo melhor: Ensaios do Afeto (2010), O Catolicismo Hoje (2011); Guia Politicamente Incorreto da Filosofia (The Politically Incorrect Guide of Philosophy”) (2012).


MANUEL VALENTE ALVES

apresenta: [O CORPO, A CIDADE E O FIM DA HISTÓRIA] (comunicação)

bio | Manuel Valente Alves é médico, investigador e artista plástico. Como investigador o seu trabalho tem-se focado na história da medicina e do pensamento médico e as suas ligações com a arte, a ciência, a tecnologia e a cultura visual. Fundou e dirigiu o Museu de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e foi docente e co-regente da disciplina de História da Medicina na mesma Faculdade. É autor, editor e co-editor, mais de duas dezenas de livros, e foi curador de mais de uma dezena de exposições institucionais. É membro da Academia Nacional de Medicina de Portugal. Paralelamente à sua actividade no campo da medicina, é artista plástico, expondo regularmente em Portugal e no estrangeiro desde 1983. Utiliza como suportes preferenciais a fotografia, o vídeo e o desenho. A sua obra plástica encontra-se representada no Museu Calouste Gulbenkian – Colecção Moderna, Colecção Nacional de Fotografia, Caixa Geral de Depósitos e outras colecções privadas e institucionais.


MARCO ANDRÉ MADUREIRA 

apresenta: [ÉTICA DO TRANSUMANISMO] (vídeo-conferência – transmissão a partir da Alemanha)

bio |Marco André Madureira cresceu no Luxemburgo. “O mestrado que escolhi foi em estudos norte-americanos em Coimbra. Estou atualmente a trabalhar no doutoramento em Munique, a capital da cerveja na Alemanha. Para o mestrado e para o doutoramento decidi olhar para algo realmente relevante: as ciências modernas. Para o doutorAmanto preocupo-me com a questão do transumanismo. Tenciono ficar pela Alemanha porque em muitas estradas aqui não existe limite de velocidade e as universidades não exigem propinas. Apesar do doutoramento e do meu emprego a tempo inteiro, consigo arranjar algum tempo para as minhas paixões: desenhar o Mewtwo dos Pokémon e rever episódios de Dragon Ball Z (aqueles com os Androides e o Cell); chatear a malta das universidades que vive no seu mundo isolado (ou como eles dizem: na torre de marfim); patins em linha, salsa (a dança) e cozinhar (por vezes usando a outra salsa).”


MARIA CATRÉ

apresenta: [CONHECER A DIMENSÃO IMATERIAL DOS ESPAÇOS [CONDITIO SINE QUA NON PARA A APROXIMAÇÃO DA ARQUITECTURA AOS SEUS UTILIZADORES]: METODOLOGIA(S)] (comunicação)

bio | Maria Costa Catré nasceu em 1994, em Coimbra. Concluiu o Mestrado em Arquitetura pelo Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra em 2017. Enquanto estudante, participou na exposição “Ectoplasma, ou o fantasma do cadaver exquis”, sob a direção do Professor António Olaio, para a 16ª Semana Cultural da UC (2014); na exposição “Cidades do Futuro/Cities of the Future”, sob a direção do Professor Mauro Couceiro, para a 18ª Semana Cultural da UC (2016). Participou também no workshop e congresso internacional Muiscarch’17: Designing with(in) Istanbul na Turquia (Maio 2017).


NAZARETE CATRÉ

apresenta: [PARA ALÉM DO CORPO E DA IMANÊNCIA: A INTERPELAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA…] (comunicação)

bio | Nazarete Catré (Maria Nazarete Costa Catré) nasceu em Angola, em 1963. É licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Enveredou pela área da Educação, exercendo as funções de Professora. Por isso, a sua formação integra ainda o Curso Básico de Ciências.


PEDRO BARBOSA

apresenta: [DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E DA CIBERLITERATURA À UFOLOGIA] (comunicação-entrevista)

bio | Pedro Barbosa é natural do Porto. Licenciado em Letras (Filologia Românica) pela Universidade de Coimbra. É doutorado em Ciências da Comunicação (especialidade: Semiótica) pela Universidade Nova de Lisboa. Leccionou e realizou investigação em várias universidades do país e do estrangeiro: Faculdade de Letras do Porto, Universidade de Paris X (Nanterre), Universidade de Siena (Itália), Universidade Louis Pasteur (Estrasburgo). Na Universidade de Estrasburgo desenvolveu com Abraham Moles um trabalho de investigação no âmbito da arte gerada por computador. Ex-professor coordenador na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo (Instituto Politécnico do Porto) e ex-professor convidado na UFP, integra como investigador os seguintes Centros: Centro de Comunicação e Linguagens (CECL) da Universidade Nova de Lisboa; Centro Transdisciplinar de Estudos da Consciência (CTEC) e Centro de Texto Informático e Ciberliteratura (CETIC) na UFP; Núcleo de Pesquisas em Hipermídia (NUPH) na PUC-São Paulo (Brasil); Centre de Recherches sur les Textes Électroniques Littéraires (CERTEL), na Universidade de Artois (França). Obras principais – Ensaios: «Teoria do Teatro Moderno» (Prémio de Ensaio da Associação Portuguesa de Escritores – 1ª ed. 1982); «Aspectos da Renovação Dramatúrgica na Trilogia do Teatro-no-Teatro de Pirandello» (1993); «Metamorfoses do Real: arte, imaginário e conhecimento estético» (1995); «A Ciberliteratura: criação literária e computador» (1996); «Arte, Comunicação & Semiótica» (2002); «Teoria do Teatro Moderno: a hora zero» (2ª edição, 2003); «Ciberliteratura, Inteligência Artificial e Teoria Quântica» (ebook, 2012). Teatro: «Eróstrato» (rito teatral – 1984); «Anticleia ou os Chapéus-de-Chuva do Sonho» (peça falada – 1992); «PortoMetropolitanoLento» (1993); «PortoImaginárioLento» (2001)«Alletsator-XPTO.Kosmos2001» (ópera electrónica – 2001); «Sacrilégio Teatral» (2ª ed. de Eróstato – 2004); «Há Alguém Aí?» (2ª ed. de Anticleia – 2004). Ficção: «O Guardador de Retretes» (logoficção – 1976, 1978, 1986, 2007);  «Prefácio para uma Personagem Só» (quase novela – 1993);  «Histórias da Menina Minhó-Minhó» (para crianças – 1988, 2009). Ciberliteratura: «A Literatura Cibernética 1: autopoemas gerados por computador» (1977); «A Literatura Cibernética 2: um sintetizador de narrativas» (1980); «Máquinas Pensantes: aforismos gerados por computador» (1986); «Teoria do Homem Sentado» (livro electrónico) (1996); «O Motor Textual» (livro electrónico infinito) (2001). Ufologia: «Na Órbita da Questão Extraterrestre: fábulas ufológicas e outros ensaios» – (ebook, 1ª ed. 2014; 2ª ed. 2016); «Em nome do Cosmos 1 (crónica de um contacto alienígena)» – Sob o signo de Adeni Saba (2016); «Em nome do Cosmos 2 (crónica de um contacto extraterrestre)» – Sob o signo de Tshuntsha Ptshba (2016); «Em nome do Cosmos 3 (crónica de um contacto extraterrestre)» – Miragem: estrela Antares (2017).


RÚBEN GOMES

apresenta: [DO PAPEL PARA O ECRÃ: O CORPO COMO UM ÓNUS] (comunicação)

bio | Rúben Gomes tem interesse pelos mais diversos aspectos da vivência em sociedade. Praticou teatro e jornalismo amadores durante o ensino secundário. Essa experiência inspirou-o para o percurso que iria realizar no futuro. Realizou a licenciatura e o mestrado em Estudos Artísticos, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. No presente, os seu estudos centram-se na área dos Estudos Fílmicos e da Imagem. Paralelamente à actividade académica, participa em projectos de educação não-formal do programa Erasmus+, da União Europeia.


TELMA JOÃO SANTOS

apresenta: [ENTRE A INVESTIGAÇÃO MATEMÁTICA E A CRIAÇÃO ARTÍSTICA: UM CAMINHO POR PERCORRER] (comunicação)

apresenta: [LABORATÓRIO: MATEMÁTICA-CORPO] (workshop)

bio | Telma João Santos é doutorada em Matemática – Cáclulo das Variações – desde 2011 e doutorada em Artes – Arte da Performance – desde 2016. Ensina na Universidade de Évora desde 2000 no Departamento de Matemática e desde 2015 também no Departamento de Artes Cénicas. Desde 2016 que desenvolve performances, onde a investigação em matemática está presente. Tem feito investigação em Cálculo das Varações, sobre as analogias, interferências e possíveis paradigmas entre os cálculo das variações e a performance, bem como sobre processos colaborativos no que respeita a documentação em performance. telmajoaosantos.net


VÍTOR COSTA

apresenta: [A VIVÊNCIA ARTIFICIAL DE UMA MORTE AUSENTE] (comunicação)

bio | Vítor Costa é licenciado em História da Arte e, desde 2010, assistente convidado na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC). É igualmente investigador no CAACP (Centro de Estudos Arqueológicos, Artes e Ciências do Património), encontrando-se actualmente a concluir o seu doutoramento em História da Arte, um estudo centrado na problemática da Arquitectura e Arte cemiterial no século XIX.


f i c h a   t é c n i c a   e   a r t í s t i ca


a u t o r i a    |   c o n c e i t o   |   c o o r d e n a ç ã o   g e r a l   |   d e s e n v o l v i m e n t o   e   c u r a d o r i a   d e   c o n t e ú d o s
ISABEL MARIA DOS

i n v e s t i g a d o r e s : a r t i s t a s  e  c i e n t i s t a s  |  p a r t i c i p a n t e s   o r a d o r e s
ADELAIDE CHICHORRO FERREIRA 
ANDRÉ ROSA  
CLÁUDIA FERREIRA 
ERNESTO COSTA 
FRANCISCO LAVRADOR PIRES 
FREDERICO DINIS 
ISABEL MARIA DOS 
JOÃO MENDES RIBEIRO 
LINO FERREIRA 
LUIZ FELIPE PONDÉ
MANUEL VALENTE ALVES 
MARCO ANDRÉ MADUREIRA 
MARIA CATRÉ 
NAZARETE CATRÉ 
PAULO RODRIGUES SANTOS 
PEDRO BARBOSA 
RÚBEN GOMES 
TELMA JOÃO SANTOS 
VÍTOR COSTA  

[c a s a – c o r p o]   e x p o s i ç ã o   c o l e c t i v a  | a r t i s t a s   e   c i e n t i s t a s   p a r t i c i p a n t e s

FREDERICO DINIS

ISABEL MARIA DOS

JOÃO MENDES RIBEIRO

MANUEL VALENTE ALVES

MARIA ISABEL AZEVEDO

NAN GOLDIN (COLECÇÃO AA)

PAULO RODRIGUES SANTOS

TELMA JOÃO SANTOS


[c a s a – c o r p o]  e x p o s i ç ã o   a r t e   e   c i ê n c i a |  c u r a d o r a   c o n v i d a d a

CLÁUDIA FERREIRA


[w h i s p e r i n g s]  c o n c e r t o   i n t e r m e d i a   

FREDERICO DINIS 


[ l a b o r a t ó r i o :   m a t e m á t i c a – c o r p o ]   w o r k s h o p   

TELMA JOÃO SANTOS


[n e u r o l o g i c a l,   n e u r a l   a n d   d i n n e r]   j a n t a r    p e r f o r m a t i v o  |       “a c o n t e c e n d o s”   a r t í s t i c o s   d e 

ANDRÉ ROSA 

ISABEL MARIA DOS 

TELMA JOÃO SANTOS


[w h i s p e r i n g s] c o n c e r t o   i n t e r m e d i a

FREDERICO DINIS


[ l a b o r a t ó r i o :   m a t e m á t i c a – c o r p o ] /w o r k s h o p


TELMA JOÃO SANTOS


a p o i o s

C M C . CÂMARA MUNICIPAL DE CONDEIXA-A-NOVA

P O. R O. S. MUSEU PORTUGAL ROMANO EM SICÓ

C N C . CENTRO DE NEUROCIÊNCIAS E BIOLOGIA CELULAR DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

T A G V . TEATRO ACADÉMICO DE GIL VICENTE

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CONDEIXA-A-NOVA

BIBLIOTECA ESCOLAR DA EBEC (AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE EUGÉNIO DE CASTRO)

COLECÇÃO AA (ANTÓNIO ALBERTINO DOS SANTOS E ANA CRISTINA)

D F U A . DEPARTAMENTO DE FÍSICA DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO

CAFETARIA DO MUSEU PO.RO.S

CASA DAS CALDEIRAS-BAR

DIRECÇÃO GERAL DE CULTURA DO CENTRO

R U C . RÁDIO UNIVERSIDADE DE COIMBRA


f o t o g r a f i a   e   v í d e o   d e   a r q u i v o  |   c o r t e s i a

GUILHERME FORTE NEVES


i m p r e s s ã o  d e  m a t e r i a i s   g r á f i c o s | C â m a r a   M u n i c i p a l   d e   C o n d e i x a – a – N o v a


i n f o r m a ç õ e s

[Paisagens Neurológicas – Arte E Ciência]

[e-mail] paisagensneurologicas@gmail.com

C M C . Câmara Municipal de Condeixa-A-Nova | P O. R O. S. Museu Portugal Romano Em Sicó

GPS Lat 40.107832 | Long -8.488496 | Quinta de São Tomé, Condeixa-A-Nova

[telf] (+351) 239 718 541 [+] info www.cm-condeixa.pt

TAGV – Teatro Académico de Gil Vicente . UC

GPS: Lat 40.209418 | Long -8.420428 | Praça da República, Coimbra

[telf] (+351) 239 855 630/36 [+] info www.tagv.pt

CNC – Centro de Neurociências e Biologia Celular . UC

GPS: Lat 40.20807 | Long -8.424187 | Faculdade de Medicina . UC – Pólo I, 1º andar,  R. Larga, 3004-504 Coimbra

Casa das Caldeiras-Bar

GPS: Lat 209527 | Long -8.42173 | R. Padre António Vieira, Coimbra

[telf] +351 910575151 (informações/reservas)

[c a s a – c o r p o]  e x p o s i ç ã o   a r t e   e   c i ê n c i a  |  c o m i s s á r i a c o n v i d a d

 

 


21274859_124439348298030_5419189876379615232_n.png  21519422_1957152604499574_4411084159208914944_n.png


 

Screen Shot 2017-10-29 at 14.55.27.png


[PAISAGENS NEUROLÓGICAS – ARTE E CIÊNCIA] edição #01 | 2012
[PAISAGENS NEUROLÓGICAS – ARTE E CIÊNCIA] edição #02 | 2014
[PAISAGENS NEUROLÓGICAS – ARTE E CIÊNCIA] edição #03 | 2016

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s